Breaking News
Loading...
8 de set de 2013

A Incompetência  é como se fosse um buraco , quanto mais cava mais fundo fica,e assim consigo vai sua carreira ( Gustavo Thayllon)

A cada ano que passa surgem de todos os lados, divergentes profissionais em diversas áreas do conhecimento, mais é com pesar que é na área de gestão empresarial que surgem profissionais cada vez mais incompetente, tais profissionais se forma em um curso superior, e não se especializam em uma área e com isso cada ano que passa cada vez mais vemos diplomas na estante parados e empoeirados devido a falta de habilidade técnica que o mercado exige, muitos universitários optam em um curso de sociais aplicadas(administração,ciências contábeis,economia) com o intuito de retorno financeiro rápido, entretanto não é bem assim que a "banda toca", pois para nos sobressairmos na área empresarial não basta apenas uma graduação na área e nem uma especialização, precisa sim de competência, e criatividade,

O conceito de incompetência abrange diversas áreas no que tange a habilidades técnicas, pois incompetência é a inabilidade de realizar uma missão ou atividade a qual está responsabilizado dentro de uma organização ou ate mesmo em outros âmbitos de sua vida.

Existe um abismo organizacional que se chama incompetência, não pode haver disparidades e nem erros, pois uma empresa de qualquer segmento e ramo por menor que seja não admite erros, como se dizem por ai um erro pode grudar em um currículo, de forma que nunca mais tal profissional consiga atuar na área a qual ele formou.

Exemplificando o parágrafo acima, vou mostrar como erros mancham currículos, um profissional de saúde estava encarregado de cuidar de um paciente em estado terminal, tal profissional estava incumbido de tratar do paciente pois estava escalada para o plantão daquela noite, o começou a sofrer serias convulsões, e esse profissional que estava encarregado do paciente foi até ao medico responsável e relatou as convulsões, e o medico por sua vez disse oralmente ao enfermeiro que desse um determinado remédio ao paciente,é de suma importância salientar que o medico não prescreveu em receita nada, ou seja nem mesmo existia remédio,e o enfermeiro medicou o paciente, e por conseguinte momentos depois o paciente veio a óbito, e juntou-se toda a administração do hospital o medico e o enfermeiro, e por sua vez o enfermeiro disse que estava a mandato d medico , e o medico por sua vez disse que não havia dito nada ou seja a culpa sobressaiu sobre o enfermeiro,e o mesmo foi despedido e não consegue mais trabalhar na área de saúde, entretanto a pergunta que não quer calar é o enfermeiro foi incompetente? é difícil dizer podemos atribuir culpa a ambos os profissionais, ao enfermeiro primeiramente pois ele deveria ter exigido uma receita medica e ao medico que por sua vez nem deve ter percebido o remédio ao qual pediu para o enfermeiro aplicar ao paciente que veio a óbito.

Por conseguinte, muitos iniciantes em suas carreiras pensam que ter dois ou trez diplomas de curso superior, duas especializações, mestrado e falar quatro idiomas é o suficiente para conseguir sucesso entretanto esse quadro está mudando, pois o que realmente importa é a competência.
Hoje podemos ter a absoluta certeza de que o talento voltou a ser valorizado com o devido mérito, pois vimos anteriormente que por falta de atenção e incompetência uma carreira foi levada ao buraco e junto  a si o nome do profissional que a carrega.

0 comentários:

Postar um comentário